Forte

Forte

Dahanu [Danu], Guzerate, Índia

Arquitetura militar

O pequeno porto de Danu localiza ‑se na margem norte da barra do rio com o mesmo nome, cerca de cinquenta quilómetros a sul de Damão. A praganá de Danú, ocupada em 1559 pelos portugueses, era uma das subdivisões do distrito de Damão. A principal função da posição costeira era defender as terras envolventes dos ataques predatórios de piratas. Como tal, cerca de 1635 resumia ‑se a uma casa fortificada, protegida por uma pequena muralha, e ainda um baluarte saliente com algumas peças de artilharia. Para além da estrutura defensiva, estava próxima à Igreja de Nossa Senhora das Angústias, para assistência à pequena comunidade de cristãos residentes na povoação. Durante os vários conflitos com os maratas entre 1683 e 1739, existem escassas referências a Danu. Durante o período marata, a estrutura foi remodelada e assim a encontraram os ingleses em 1817. Dessa fase resulta o essencial da estrutura atual, usada para quartel de forças da polícia: um perímetro retangular defendido por quatro redutos nos seus cantos, com várias dependências e um poço no seu interior.

Loading…