Conjunto da Associação Comercial do Planalto de Benguela e do Banco de Angola

Conjunto da Associação Comercial do Planalto de Benguela e do Banco de Angola

Huambo [Nova Lisboa], Huambo, Angola

Equipamentos e infraestruturas

Obra dos anos 1940, a sede da Associação Comercial, como noutras cidades de Angola, exibia um gosto neotradicionalista e classicizante, cuja volumetria, fachada, escadaria e grandes salões ultrapassavam em imponência o Palácio do Governo, espelhando o peso do comércio na vida da colónia. Definia com o Banco de Angola o espaço central da Baixa. Ali funcionou provisoriamente o Liceu, criado em 1956. Depois da independência passou a sede provincial do MPLA, mas atualmente uma parte foi cedida a um banco privado. O edifício do Banco de Angola é de um afirmativo gosto neotradicional, constituindo um volume simétrico, de dois pisos, com a cobertura pontuada por pináculos enfatizados, muito alteados na sua proporção. Pode considerar‐se um expressivo exemplo da arquitetura neobarroca do Estado Novo.

Loading…