Igreja de Nossa Senhora da Esperança

Igreja de Nossa Senhora da Esperança

Chinchinim, Goa, Índia

Arquitetura religiosa

Da arquitetura de Nossa Senhora da Esperança pode contar ‑se praticamente a mesma história que acerca das igrejas de Benaulim, Varcá ou Corturim, do mesmo tipo e quase da mesma forma volumétrica e de fachada. A igreja foi fundada pelos jesuítas e estava concluída em 1590. É um grande salão de pregação, largo e comprido, sem capelas laterais, com falso transepto, a nave coberta de telhado. Em data do início do século XVIII que a historiografia não registou foi construída uma nova capela ‑mor, do tipo moderno introduzido em Velha Goa e em Margão depois de 1650: abóbada de canhão, com penetrações e lados articulados por nichos semicirculares concheados. A fachada, com três tramos e duas torres ligeiramente recuadas, tal como as de igrejas congéneres, foi refeita ou redecorada na secção de coroamento sobre o tramo central (um óculo poligonal, ornamento em forma de corda) e nas torres apareceu uma terceira ordem com cúpulas e lanternins cegos. Aquilo que distingue a igreja de Chinchinim é o aspecto baixo e estirado da fachada, que parece um retângulo deitado em vez de levantado, e de cada uma das partes que a constitui. Em frente da igreja, virado a poente, estende ‑se um grande terreiro, que dos lados sul e poente está bordejado de casas nobres, provavelmente oitocentistas. O cemitério, também dessa época, situa ‑se a norte, em posição independente da igreja e do terreiro. A povoação e a casa mais importante, a dos Loiola Pereira, situam ‑se a sul da igreja.

Loading…