Casas

Casas

Borim, Goa, Índia

Habitação

Borim localiza ‑se em Ponda, perto do Rio Zuari, entre várzeas, arrozais e palmares, numa zona onde um suave relevo se faz notar principalmente por frondosos vales, onde também florescem cajueiros. A cor do solo laterítico contrasta fortemente com os tons verdes escuros da paisagem e imprime às casas de taipa uma particular intensidade. A tipologia antiga, dominante, desenvolve ‑se a partir de um compartimento central, como as casas de torreão, ainda que neste caso se trate de uma casa de empenas, com cobertura de quatro águas no corpo sobrelevado (para ventilar) e de duas águas nas duas fachadas, principal e tardoz. Apenas um pequeno telheiro protege a entrada, através do prolongamento da cobertura, apoiando ‑se em duas expressivas colunas de laterite. Esta casa hindu caracteriza ‑se também pelas grandes dimensões e pela contenção do número e dimensão dos vãos. São, assim, reduzidos e protegidos por grades de madeira torneada, permitindo a ventilação, mas dificultando a visualização exterior‑ ‑interior. Apenas a fachada principal é rebocada e caiada, destacando ‑se com o sol a cor forte do solo laterítico, as linhas dos taipais e os orifícios das agulhas do sistema construtivo. Em virtude da condição de casa compacta, ter ‑se ‑á desenvolvido um sistema de ventilação entre as paredes e o frechal de apoio da armação da cobertura. Nas imediações desta casa, localiza ‑se uma casa ‑pátio hindu, da família Boyrads, que se destaca sobretudo pelas dimensões mas também pela expressão arquitetónica. As fachadas assumem uma regularidade e composição quase canónicas através das pilastras e das molduras dos vãos. Um conjunto de contrafortes a poente acentua o carácter de casa de transição entre o vernacular e o erudito, com influências da arquitetura dos templos hindus, mas também da arquitetura portuguesa, como o paradigmático palácio dos reis de Sundém, não muito distante desta casa, e ainda de algumas casas de Utardo, Majorda, Betanbatim ou mesmo Loutolim. A cuidada implantação permite organizar ‑se em dois pisos no quadrante sul ‑poente, enquanto a norte ‑nascente desenvolve ‑se o pátio num só piso. O conjunto de colunas torneadas do pátio acentua a cuidada construção. Ao centro do pátio, o pódio e a planta sagrada tulsi imprimem uma grande serenidade ao conjunto arquitetónico. Diversas escadas para acessibilidades restritas hierarquizam a tipologia. Sem dúvida que esta casa tem um carácter excepcional; contudo a sua presença, ainda que na periferia, valoriza todo o conjunto das casas da aldeia de Borim. Ver enquadramento no texto da página 82.

Loading…