Casa Grande e Capela do Engenho do Poço Comprido

Casa Grande e Capela do Engenho do Poço Comprido

Vicência, Pernambuco, Brasil

Habitação

O início do povoamento do município de Vicência remonta ao século XVIII, sendo consolidado a partir de 1850 quando, em terras de produção canavieira, a proprietária Vicência Barbosa de Melo mandou construir uma capela sob a invocação de Sant’Ana nas proximidades de sua residência. Situando‐se em local estratégico na passagem da vila de Goiana o povoado foi se expandindo, marcando nesta época a história de Pernambuco, quando serviu de refúgio para Frei Caneca no contexto da Confederação do Equador, em 1825. No ano de 1879 recebeu o título de freguesia, sendo elevada à categoria de vila em 1891 e, em 1928, conquista sua autonomia definitiva enquanto município. O Engenho do Poço Comprido, que dista 12 km da sede do município, possui típico programa dos primeiros complexos instalados no Brasil, apresentando remanescentes únicos na região de Pernambuco, como pelourinho e a varanda assobradada da casa‐grande. Uma passagem interna interliga o segundo pavimento da casa‐grande com o coro e as tribunas da capela, permitindo o acesso direto dos proprietários e, por extensão, garantindo a separação hierárquica entre senhores, trabalhadores e escravos. A capela apresenta fachada frontal com feições barrocas, dois altares laterais e um altar‐mor com teto em madeira e afresco. O volume arquitetónico composto por estes dois edifícios foi reconhecido como património edificado pelo Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional em 1962.

Loading…