Igreja de Nossa Senhora do Amparo

Igreja de Nossa Senhora do Amparo

Marechal Deodoro, Alagoas, Brasil

Arquitetura religiosa

A igreja foi idealizada no ano de 1683 pela Confraria de Nossa Senhora do Amparo da então Vila de Santa Maria Madalena, tendo as obras sido iniciadas em 1757 a mando do vigário Veríssimo Rodrigues Rangel. Seu percurso de construção é marcado por sucessivas interrupções, devido à falta de verbas dos homens pardos da Vila, responsáveis pela fundação da igreja. No início do século XIX, o capitão Felipe de Mendonça assume as reformas do edifício. Em 1819, a administração da igreja fica a cargo do sacristão Albertano José Benício, quando recebe parte dos elementos decorativos. O volume arquitetónico da igreja foi definido em 1860, apresentando uma sóbria estrutura espacial. Na face que é mostrada para a cidade destaca‐se o frontão de feições barrocas, ostentando volutas e ladeado por dois pináculos. Abaixo, um óculo lobulado, duas janelas e um nicho vazio sobre a porta principal almofadada. No final do século XIX, a igreja foi beneficiada pelo interesse do governador Pedro Paulino, que tomou posse no ano de 1890, fornecendo verbas oficiais para as reformas que se faziam necessárias. Além de sua representatividade histórico‐religiosa, a igreja apresenta um aspecto peculiar em termos de inserção urbana. Diferente das demais igrejas implantadas em Marechal Deodoro, a de Nossa Senhora do Amparo não apresenta correspondência de adros e restrição de recuos, tornando‐se um exemplo peculiar de disposição e espacialidade dentro do conjunto de edifícios de carácter religioso erguidos no mesmo momento.

Loading…