Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Marechal Deodoro, Alagoas, Brasil

Arquitetura religiosa

Igreja de Nossa Senhora da Conceição carrega um forte apelo histórico por consistir num remanescente arquitetónico dos primeiros momentos de formação da paisagem edificada da Vila de Santa Maria Madalena. A igreja, erguida a mando do português João Esteves, foi edificada para substituir a antiga igreja matriz, construída por iniciativa de Diogo Soares da Cunha e incendiada pelos holandeses em meados do século XVII. A literatura indica que a construção da igreja contou com o apoio não apenas da Câmara, que, em 1672, passou a cobrar tributos sobre o comércio de determinados produtos a fim de angariar fundos para as obras, como também com a colaboração da própria população, seguindo o empenho do vigário António Coelho. A construção da igreja se arrastou por anos, tendo sido concluída em 1783, como testifica a gravação no frontispício. A linguagem arquitetónica e decorativa da igreja apresenta traços dos estilos barroco e rococó, sendo o primeiro expressamente percebido na composição de seu frontão definido por linhas em curvas e contracurvas. Dentre os marcos históricos protagonizados pela Igreja de Nossa Senhora da Conceição, situa-se o acontecimento ocorrido em 22 de janeiro de 1819, quando serviu de palco para a solenidade de posse do tenente‐coronel Sebastião Francisco de Melo e Póvoas como primeiro governador da província de Alagoas.

Loading…