Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Itamaracá, Pernambuco, Brasil

Arquitetura religiosa

O local onde a igreja está assentada corresponde àquele ocupado por um fortim construído no ano de 1534 pelo capitão João Gonçalves. Sete anos mais tarde, a povoação foi elevada à categoria de vila, tornando‐se a sede da capitania de Itamaracá, tendo sido indicada para abrigar a administração do Brasil holandês, juntamente com a vila de Olinda e a Ilha de António Vaz. O aspecto inicial da Igreja era o de uma capela, concluída no ano de 1547 sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição, em homenagem à santa padroeira de Portugal. Trata‐se da segunda igreja mais antiga do Brasil, seguindo apenas a de São Cosme e Damião, em Igarassu. O prédio sofreu duas significativas reformas desde as suas obras iniciais: ampliação da nave central e construção de uma capela seguida de um púlpito em 1729; e, no século XIX, inclusão de sacristia, uma nova capela e cemitério. A fachada frontal é datada de 1889 e suas faces laterais apresentam ameias e seteiras, sinalizando resquícios das práticas holandesas de fortificação de igrejas. Desde a transferência de sua condição de matriz para a de Nossa Senhora do Pilar no ano de 1866, situada às margens do mar ao norte da Ilha, a antiga sede de Itamaracá passou a ser chamada Vila Velha, como é conhecida até hoje. A Igreja é reconhecida como património do sítio de Vila Velha, classificada a nível estadual em 1985, quando foi restaurada, e as ruínas da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, a Santa Casa de Misericórdia e da Casa de Câmara e Cadeia, consolidadas.

Loading…