El Araich [Larache, Alarache, Laraish]

Lat: 35.195227777778000, Long: -6.154302999898200

El Araich [Larache, Alarache, Laraish]

Norte de África, Marrocos

Enquadramento Histórico e Urbanismo

Apesar das tentativas de a conquistar e a ocupar, a cidade de Larache, enquanto centro urbano, nunca esteve sob domínio português. Após a tomada de Arzila, em 1471, a região de Larache ficou praticamente despovoada com a fuga da população local. Logo em 1473 foi doada ao duque de Guimarães com o objetivo de a povoar e desenvolver. Os esforços do duque para cumprir esse mandato não foram bem sucedidos e nem Larache, nem a área da outra margem (Xames), outrora animada, conseguiram recuperar a sua vida económica e social. Nessa altura, era a navegabilidade do Rio Lukos que apresentava maior interesse para os portugueses e daí resultaria a construção da Fortaleza da Graciosa, pelos anos de 1488 e 1489 (Graciosa).
Todavia, segundo os dados fornecidos por Anselmo Braamcamp Freire, dezenas de navios e milhares de homens deslocaram‐se num e noutro sentido do rio para a construção da Graciosa. Alguns documentos parecem indiciar que em Larache haveria uma espécie de área de apoio para a construção, da qual nada conhecemos de específico. Deste período, em resumo, podemos dizer que não existem vestígios da presença portuguesa, embora fosse de ponderar uma análise mais precisa do local.

Arquitetura militar

Loading…