Sumbe [Novo Redondo]

Lat: -11.199450000789000, Long: 13.839727997068000

Sumbe [Novo Redondo]

Kwanza Sul, Angola

Enquadramento Histórico e Urbanismo

O Presídio de Sumbe/Novo Redondo (no Kwanza Sul), teve início na Fortaleza de Gunza‐Cabolo, de 1762, que veio a constituir‐se como vila. De fundação pombalina (1769), relacionado com o tráfico de escravos, teria cerca de sessenta cubatas em 1846. Foi município desde 1869, quando era porto de exportação de algodão e sede de empresas comerciais. Nos fins de Oitocentos, foi base para a conquista do interior (Seles, Amboim, vale do Cuvo). Plantas mais recentes mostram um desenvolvimento segundo um eixo alongado, com dois arruamentos paralelos, a recordar a malha urbana dos pequenos povoados de Tarrafal (Santiago de Cabo Verde) e de Porto Covo (Alentejo - este também de fundação setecentista). Henrique Galvão refere‐se‐lhe, nos anos 1930, afirmando que a cidade "postou‐se à beira‐mar, no próprio lugar em que nasceu, feia, requeimada [...] povoado retintamente comercial". Em meados do século XX, o Plano de Urbanização e Planta do Novo Redondo desenhava um pequeno povoado, de planta alongada, com reduzida expansão para noroeste. É nesta fase que a urbe apresenta uma nova fase de crescimento, relacionado com o desenvolvimento económico e populacional da região central, na área de influência do Lobito e do eixo urbano estabelecido ao longo do Caminho‐de‐Ferro de Benguela. Na esfera de influência do Lobito, recebeu alguns novos equipamentos modernos (Catedral, Câmara, Liceu), projetados por Castro Rodrigues, arquiteto estabelecido naquela cidade.

Arquitetura religiosa

Equipamentos e infraestruturas

Habitação

Loading…