Serra, Nova Almeida

Lat: -20.129438001778000, Long: -40.308033001886000

Serra, Nova Almeida

Espírito Santo, Brasil

Enquadramento Histórico e Urbanismo

Localizada ao norte da vila de Vitória, sobre um planalto elevado, próximo ao rio que ficou denominado como dos Reis Magos. Não há ainda um acordo quanto à data exata de fundação da aldeia. Em 1593, ela já era referida como sendo umas das quatro aldeias existentes na capitania do Espírito Santo. Os jesuítas iriam se fixar nela e abandonar gradativamente a outra aldeia, ao norte de Vitória. Com isso ela irá adquirir importância, sendo a única aldeia da região assinalada por João Teixeira de Albernaz, o velho, nos mapas que realizou na primeira metade do século XVII. A igreja e a residência ocupam um dos lados da praça junto à encosta, e o casario guarda proporções semelhantes às casas indígenas originais. De grandes dimensões, medindo aproximadamente 400 por 890 palmos, é uma das aldeias jesuíticas mais bem conservadas em seu traçado urbanístico original. Em 1759, quando da expulsão dos jesuítas do Brasil pelo marquês de Pombal, a aldeia dos Reis Magos foi transformada em vila, com o nome de Nova Almeida. Para a nova situação administrativa, poucas alterações foram feitas, tendo a igreja dos jesuítas passado a funcionar como Matriz, e a residência sido adaptada para receber a Casa de Câmara e Cadeia. Da estrutura jesuíta que ainda permanecia no século XIX, vale a pena referir a série de pequenos oratórios entre as casas, e que se destinavam às estações da Semana Santa, mencionados pelo naturalista francês Auguste Saint‐Hilaire, de passagem pela vila em 1818. As palmeiras imperiais, existentes hoje ao longo da praça, foram plantadas na década de 1940.

Arquitetura religiosa

Loading…