Bibliografia

Fernandes, J.  M., Janeiro, M. L., Milheiro, A. V., Cabo Verde.  Cidade, Território e Arquitecturas, Lisboa, 2014, p. 119, 160-162;

Milheiro, A. V., “Cabo Verde e Guiné-Bissau: Itinerários pela Arquitectura Moderna Luso-Africana (1944-1974), Atas do Colóquio Internacional Cabo-Verde e Guiné-Bissau: Percurso da Saber e da Ciência, Lisboa, 21-23 Junho de 2012;

Milheiro, A. V., “Cidade e arquitetura em África: Obras Públicas no crepúsculo da colonização portuguesa”, Camões – Revista de letras e culturas lusófonas - Da identidade da arquitetura portuguesa, n. 22, Lisboa, 2013, pp. 53, 54;

Milheiro, A. V., “En los Trópicos sem Le Corbusier”, Ciudades, La Modernidad Ignorada, nº 100, Puebla, México, outubro-novembro 2013, pp. 11-18;

Milheiro, A. V.  “Construindo uma Modernidade. Colonização e Obras Públicas no Estado Novo”, Cabo Verde, Cidade, Território e Arquitecturas, Lisboa, 2014, pp. 169-172;

Milheiro, A. V., “Resisting Modernity: Colonização e Obras Públicas. Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe”, Ilha de São Jorge – Objects, Buildings, Cities and Visions, Londres, 2014, pp. 183-181;

Legislação:

Decreto nº 41 169, Ministério das Colónias: Cria, com sede em Lisboa, a Direcção dos Serviços de Urbanismo e Habitação Direcção - Geral de Obras Públicas e Comunicações (DGOPC/DSUH), organismo comum a todas as colónias de África, e define as suas atribuições. Diário do Governo,  I série-Supl. 148 , 29 de Junho.

Loading…