Mercado Municipal do Kinaxixe/Kinaxixi (Quinaxixe)

Mercado Municipal do Kinaxixe/Kinaxixi (Quinaxixe)

Luanda [São Paulo de Luanda], Luanda, Angola

Equipamentos e infraestruturas

Obra marcante de Vasco Vieira da Costa (1911‐1982), que foi arquiteto na Câmara Municipal de Luanda depois de ter estudado arquitetura no Porto e urbanismo em Paris, onde estagiou com Le Corbusier. Da sua ligação à Câmara de Luanda, para onde regressou já como arquiteto, nasceu a oportunidade de projetar uma das obras mais importantes do Movimento Moderno em Angola, o Mercado do Quinaxixe. Trata‐se de uma "primeira obra" que, sintomaticamente, assume o carácter de obra fundadora de toda uma escola de produção modernista que ali tem lugar. Projeto e obra de 1950‐1952, localizava‐se numa zona de expansão urbana de Luanda. O mercado estava contido num paralelepípedo de dupla altura, acessível por escadas e rampas, parcialmente assente em pilotis e perfurado por dois pátios. Tinha a cobertura em terraço pontuada por pórticos e volumes esculturais, culminando a promenade architecturale que se desenvolvia ao longo do edifício. Nos diferentes alçados, volumes salientes, rasgos horizontais e aberturas irregulares protegidas por brise‐soleils conferiam diversidade e movimento ao edifício e ao espaço urbano envolvente. Projeto influenciado por Le Corbusier, constituía um dos melhores exemplos de arquitetura moderna construídos nas antigas províncias ultramarinas. Localizado numa ampla praça, o edifício parecia regular e ordenar todo o espaço circundante com a sua geometria simples, elemento fundamental marcando o lugar urbano e a envolvente. Representou a síntese do Movimento Moderno na época da sua construção, e por isso foi considerado o ex‐libris da arquitetura moderna em Angola. Foi, ainda, o "grito de liberdade" que, desafiando o regime colonial, impôs uma nova postura arquitetónica. Foi demolido em agosto de 2008, com grande mágoa dos luandenses, que se habituaram a ver e a sentir esse "grito de liberdade".

Elisiário Miranda

Loading…