Palácio dos Governadores (Escola de Minas – Museu de Mineralogia)

Palácio dos Governadores (Escola de Minas – Museu de Mineralogia)

Ouro Preto, Vila Rica, Minas Gerais, Brasil

Equipamentos e infraestruturas

Em 1720, quando da revolta de Vila Rica, o conde de Assumar já havia informado o rei sobre a utilidade de se criar "um palácio em forma de fortaleza" no Morro de Santa Quitéria, a fim de melhor controlar os dois arraiais principais (Ouro Preto e António Dias). No entanto, a obra do palácio definitivo iniciou‐se somente em 1741, no terreno anteriormente ocupado pela Casa de Fundição, e seguindo o projeto encomendado ao engenheiro José Fernandes Pinto Alpoim. A obra, em pedra e cal, foi arrematada por Manuel Francisco Lisboa e Manuel Ferreira Poças, e deve ter sido concluída por volta de 1749. Implantada num terreno em declive, possui na parte dianteira um terraço e rampa de acesso reforçados por sólidos paredões inclinados, tendo nos quatro ângulos baluartes com guaritas, cordão e parapeito. A capela foi construída a partir de 1766, no terraço do baluarte direito; em 1781, Manuel Francisco de Araújo recebeu pagamento pela confecção do retábulo. O Palácio serviu de moradia oficial a todos os governadores da capitania e província de Minas Gerais até 1897‐1898. Inicialmente, a edificação compunha‐se apenas do quadrilátero central, em dois pavimentos, com vãos em cantaria do Itacolomi (inclusive a bela portada) e cercado pelas muralhas, com terraços para artilharia, saguão, pátios centrais e um espaço livre nos fundos. Ao se tornar sede da Escola de Minas, foram feitas diversas construções anexas nestes espaços; no início do século XX, o edifício principal teve sua feição alterada por um acréscimo lateral, à direita da rampa de acesso. Os dois chafarizes de cantaria rústica, à moda do Norte de Portugal, ainda existentes na área interna, foram contratados com Manuel Francisco Lisboa, em 1752, sendo o autor do risco seu filho, Aleijadinho. Como a maior parte das construções civis de Ouro Preto, o Palácio foi classificado pelo IPHAN em 1950.

Loading…