Hospital de Nossa Senhora dos Milagres

Hospital de Nossa Senhora dos Milagres

Mapusa [Mapuçá], Goa, Índia

Equipamentos e infraestruturas

A primeira pedra do Hospital de Nossa Senhora dos Milagres foi lançada em abril de 1923, e a sua inauguração teve lugar em outubro de 1945. Foi provavelmente o facto de ter sido construído por iniciativa e financiamento privados que fez com que a sua construção se tivesse arrastado por mais de vinte anos. A semelhança ao nível do desenho da planta e da linguagem do edifício com o Pavilhão da Maternidade e Cirurgia, em Pangim, fazem pensar que o autor de ambos tenha sido o mesmo, embora haja diferenças de escala ao nível da fachada, dado que o edifício de Mapuçá tem aproximadamente metade do comprimento do edifício de Pangim. Os dois desenvolvem em E, embora o de Mapuçá seja mais profundo, e são simétricos relativamente à entrada, resolvida através de uma galilé, no seguimento da qual se distribuem os acessos ao piso superior. A restante distribuição é feita por galerias exteriores, que protegem do sol e da chuva e permitem que as salas, situadas ao centro, tenham ventilação transversal permanente. As diferenças no desenho dos edifícios podem dever‐se ao facto de o local de implantação em Mapuçá ter mais condicionantes. Em ambos a fachada principal é tripartida, refletindo a organização interna. São utilizados elementos decorativos e estruturais semelhantes. Os três volumes, opacos e um pouco salientes relativamente às arcadas, têm frontões decorados com medalhões e elementos geométricos estilizados que reforçam as suas componentes estruturais. As arcadas são divididas por pilastras que marcam o ritmo da fachada; a sua escala e desenho conferem às construções uma certa imponência. Nos dois casos, o alçado posterior foi claramente pensado como traseiras, sem quaisquer preocupações de representação. Ressalta igualmente o mesmo tipo de preocupações: a importância dada ao clima e ao sentido de representação. Também a proximidade das datas do início de construção, coincidentes com o curto período de trabalho de Ramachondra M. Adwalpalkar como arquiteto das Obras Públicas (de março de 1922 a setembro de 1924), e o facto de ele ser de Assonorá, uma aldeia do concelho de Bardez, reforçam a possibilidade de uma autoria comum. O Hospital de Nossa Senhora dos Milagres é um dos imóveis mais marcantes de Mapuçá, sendo também um dos mais notáveis exemplos das alterações que, nas décadas de 1920 a 1940, iam sucedendo na arquitetura goesa. Atualmente ainda funciona como hospital.

Alice Santiago Faria

Loading…