Padaria Saipal/“Pão da Cidade”

Padaria Saipal/“Pão da Cidade”

Maputo [Lourenço Marques], Maputo, Moçambique

Equipamentos e infraestruturas

Implantado no Bairro de Maxaquene, este edifício industrial está marcado pela plasticidade curvilínea característica de Pancho Guedes, seu autor. Dois arcos, que expressivamente desenham o perfil exterior do imóvel, também definem os espaços principais internos das naves para fabrico do pão. Insere-se no auto-denominado "Stiloguedes", do qual foi, com o edifício residencial Prometheus, na Polana (de 1951), um dos primeiros exemplos, pois data de 1952-1954. A Padaria foi originalmente desenhada para sede e fábrica da Cooperativa de Padeiros de Lourenço Marques, função que desempenhou durante um curto espaço de tempo. É constituída por um volume retangular de secção transversal, composto pela articulação estrutural de dois arcos parabólicos, repetidos sucessivamente ao longo do desenvolvimento longitudinal do edifício e expressos nos alçados exteriores de topo, num conjunto unificado pelas coberturas abobadadas, pontuado pelo volume escultural da chaminé e esvaziado ao centro do alçado sudoeste, onde se exteriorizam as formas fantásticas dos elementos de suporte interior. A parte anterior do edifício sofreu alterações recentes para a sua transformação em sede de uma empresa.

Elisiário Miranda

Loading…