Igreja de Nossa Senhora dos Remédios (Cabaceira Grande)

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios (Cabaceira Grande)

Cabaceira Grande, Cabaceira Pequena e Mossuril, Nampula, Moçambique

Arquitetura religiosa

O edifício inicial, erigido pelo governador D. Pedro de Castro, em 1579, era da invocação de Nossa Senhora do Rosário. A obra atual, de invocação de Nossa Senhora dos Remédios, restaurada em 1767, muito reparada em 1854, foi classificada em 1943. Esta igreja possui uma expressão inconfundível, de rara beleza - por um lado pelo átrio, alpendre ou galilé coberta, aquadradada, que antecede a nave, com dois espessos arcos redondos em cada lado; e por outro, pela fachada "falsa" (avançada e com duas torres sineiras, erigida sobre a parte frontal do alpendre). Essa frontaria define uma varanda sobre a cobertura do alpendre, protegida com duas balaustradas laterais, e está profusamente decorada com relevos de inspiração indo-portuguesa semelhantes, por exemplo, aos da Igreja de Dauli (1583), na área envolvente de Baçaim. No interior encontrava-se, segundo Cagigal e Silva, "um retábulo de talha dourada indo-português no altar mor", o qual, em conjunto com o púlpito da capela do Palácio de São Paulo e o retábulo em talha da Igreja de Nossa Senhora da Saúde, ambos na Ilha de Moçambique, constituíam, na opinião daquela autora e museóloga, as três mais qualificadas e preciosas peças de arte decorativa em contexto arquitetónico desta região.

Loading…