Casas

Casas

Siolim, Goa, Índia

Habitação

Siolim localiza‐se em Pernem, na zona mais a norte do território de Goa, na margem sul do Rio Chaporá, entre palmares intercalados por uma densa floresta. A esta unidade geográfica associa‐se a identidade dos assentamentos ribeirinhos. São várias as aldeias que bordejam o rio desde Colvale até Chaporá, destacando‐se Camurim, Oxel, Camuli e Carade. Esta região de forte implantação católica tem na Igreja de Santo António a sua maior referência, tal como a importante comunidade hindu se revê no templo Shri Ksmetrapal, de três cúpulas verticais. Algumas destas aldeias vivem da sua relação com o Rio Chaporá, desenvolvendo vários tipos de atividades, como a recolha de areia e a pesca. São diversos os ancoradouros ao longo do rio para descarga de areia, onde barcos repletos são descarregados manualmente por homens e mulheres que, num constante vaivém, car‐ regam celhas de alumínio ou plástico à cabeça, passando sobre grandes pranchas de madeira. Na praia, formam‐se pequenos e improvisados bairros de camaratas coletivas, executados em toros de madeira e fibras vegetais. No seu interior agrupam‐se beliches precários onde os homens dormem por turnos. Na praia, separa‐se a areia das conchas, que são vendidas para as fornalhas de fabrico de cal ainda ativas na aldeia de Carad, perto de Camurim. Estas instalações, situadas perto de um braço de água, compõem‐se de um telheiro com colunas de laterite resguardado por olas. No seu interior localizam‐se as fornalhas cilíndricas, abertas superiormente, com uma pequena boca inferior junto ao chão. O combustível é a casca de coco, que arde lentamente (cerca de dez horas) durante o período da cozedura, após o qual é removida a matéria cozida para ser separada, triturada e ensacada, só sendo apagada em obra. Esta cal tradicional ainda se utiliza principalmente na caiação de igrejas, templos e casas antigas, principalmente as de famílias dominantes, algumas com recorte erudito, comuns em Corvale e Siolim. As casas de arquitetura tradicional são bem mais modestas, caracterizando‐se pela cor alaranjada da taipa e das empenas laterais, e pelos longos e baixos alpendres. Alguns exemplos observados correspondem a uma tipologia de compartimentação compacta em profundidade, enquanto os exemplos mais elementares apresentam apenas dois, no máximo três compartimentos, com acesso entre si. Nesta região existem muitos artesãos, desde carpinteiros de móveis, de casas e navais, assim como ferreiros de rua que se deslocam conforme as necessidades dos clientes e cesteiros que elaboram delicados trabalhos para armazenamento e transporte de produtos, bem como esteiras de todos os tamanhos. No interior das florestas, mas junto aos aglomerados, integram‐se as stock houses em alvenaria de laterite, geralmente de duas águas com um único compartimento e apenas uma porta. Diversas frestas para ventilação mais parecem seteiras, imprimindo uma sensação de construção fortificada.

Loading…