Igreja de São João Batista

Igreja de São João Batista

Ghodbandar, Área Metropolitana de Mumbai (Bombaím), Índia

Arquitetura religiosa

A Ilha de Salcete, parte do território da Província do Norte do Estado da Índia entre 1534 e 1737, encontra-se atualmente ocupada em boa medida pelo crescimento suburbano de Bombaim. Contudo, permanece a mancha verde do Parque Sanjay Gandhi, onde se situam as célebres grutas de Kanheri; e a norte do Parque, sobre o rio de Baçaim, situam-se os vestígios de uma casa apalaçada e uma igreja na aldeia de Ghodbandar, a Gorbandel dos portugueses. A povoação de Ghodbandar desenvolveu-se a partir de um pequeno porto, tradicionalmente associado ao comércio de cavalos. Após a chegada dos portugueses, e em data incerta, ergueu-se uma igreja consagrada a São João, no topo de uma elevação proeminente. Em redor desta estrutura, foi-se consolidando a aldeia de pescadores convertidos. Eventualmente, a aldeia foi aforada a Martim Afonso de Mello, pertencente a uma das mais ricas famílias da Província do Norte. A este fidalgo - ou aos seus antecessores-se atribui a construção de uma ampla casa senhorial, de sólida traça renascentista, cujos vestígios persistem a cerca de cento e cinquenta metros a noroeste da antiga igreja. Em 1737 Gorbandel foi conquistada ao mesmo tempo que a Ilha das Vacas (Arnala), num ataque inesperado por parte de forças maratas, que também assaltavam o Forte de Taná. Os maratas construíram, alguns metros a oeste da casa senhorial, um baluarte redondo, aproveitando a posição estratégica para a condução da sua campanha militar. A zona foi ocupada pelos ingleses em 1774. Conhecem-se poucos dados sobre a fundação e história da igreja de Ghodbandar. Parece figurar na representação da Ilha de Salcete por Pedro Barreto Resende (c. 1635) e provavelmente, estava a cargo do clero secular. Após a conquista marata de 1737, a igreja entrou em declínio, arruinando-se. Em meados do século XIX, os ingleses reaproveitaram a estrutura para residência do seu agente em Ghodbandar; atualmente, funciona como pousada. A escadaria de acesso mantém o desenho do período português, mas na estrutura propriamente dita pouco terá sobrevivido, exceto a implantação geral, algumas alvenarias e um arco com alguns relevos, no interior.

Sidh Losa Mendiratta

Loading…