Palácio dos Governadores

Palácio dos Governadores

Vila Bela da Santíssima Trindade, Mato Grosso, Brasil

Equipamentos e infraestruturas

Sabe‐se que D. António Rolim de Moura levou do Rio de Janeiro um projeto para a casa de residência dos governadores que deveria construir em Vila Bela. Foi o próprio Rolim de Moura que, em carta enviada ao Conselho, disse que não o tinha seguido por o achar demasiado dispendioso. Na mesma carta dizia que remetia um outro desenho, segundo o qual tinha mandado construir o edifício, afirmando que, de todos os modos, deixava as paredes com grossura suficiente para que se pudesse, em qualquer altura, fazer o "quarto alto". Infelizmente não se conhece nenhum dos dois "riscos" do palácio referidos na carta, nem o que o governador levou do Rio de Janeiro, nem o projeto alternativo que enviou para o Conselho. O edifício construído para residência do governador da capitania e sede do governo corresponde à indicação de Rolim de Moura. Trata‐se de uma edificação sóbria, térrea, ao estilo dos quartéis que lhe faziam frente na praça e dos quais não devia ser diferente. O aspecto mais interessante do dito "palácio" dos governadores era o grande "quintal" que lhe estava adjacente, nas traseiras. Em alguns mapas de Vila Bela este quintal aparece desenhado como um jardim formal, à francesa. Esta área foi depois retirada do palácio para a construção ali da igreja matriz. O palácio foi classificado em 1988 e nesta altura recebeu obras de restauro. No interior terão existido pinturas murais, embora não se saiba de que época, e que entretanto desapareceram. É hoje a sede da Prefeitura Municipal de Vila Bela. A sua frente, que era originalmente voltada para o sul, para a primitiva praça da vila, foi no entanto deslocada para a face norte, que dava para os jardins do palácio e onde passou a estar a igreja.

Renata Malcher de Araujo

Loading…