Capela da Ilha de Boa Viagem

Capela da Ilha de Boa Viagem

Niterói, Rio de Janeiro, Brasil

Arquitetura religiosa

A Ilha da Boa Viagem constitui‐se de um penedo próximo às margens da "banda d’além" da Baía de Guanabara. A pequena Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem fica no ponto mais elevado da ilhota. Foi mandada construir como pagamento de uma promessa pelo provedor da fazenda real Diogo Carvalho do Fontoura, por volta de 1650. Várias vezes re‐edificada, nos séculos XVIII, XIX e XX, é um marco na paisagem de Niterói. O edifício hoje apresenta uma única torre, nave com corredores laterais, capela‐mor e sacristia. A capela era originalmente alpendrada, como atestam as vistas dos séculos XVIII e XIX. A ilha era um importante ponto de observação e controle da navegação na Baía de Guanabara. Para garantir a defesa do Rio de Janeiro foi construído um fortim na base da penedia, por iniciativa do capitão e governador Artur de Sá e Meneses, no ano de 1702. Contando com cinco ou seis peças de artilharia, cruzava fogo com os fortes de Gragoatá e Santa Cruz. Abandonado no final do século XIX, dele atualmente restam apenas ruínas.

José Simões Belmont Pessôa

Loading…