Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia

Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia

Salvador, Bahia, Brasil

Arquitetura religiosa

Localiza‐se na base da falésia que demarca o sítio da Cidade Baixa de Salvador. Originalmente bordejava a linha d’água da Baía de Todos os Santos, situação que foi se modificando ao longo dos séculos pelos sucessivos aterros para ampliação da área portuária. A edificação encontra‐se engastada na rocha viva, principalmente o espaço da capela‐mor da igreja. A igreja atual é a terceira erigida no local: as confrarias do Santíssimo Sacramento e da Imaculada Conceição decidem construir uma nova igreja cujo projeto, atribuído a Manoel Cardoso de Saldanha, é enviado a Portugal para que Manoel Vicente o execute em lioz. As obras do novo templo tiveram início em 1739, e a cantaria para a sua execução é transportada de Lisboa nos lastros dos navios. A igreja é consagrada em 1767. O conjunto edificado é constituído pela igreja e por dois corpos laterais que se encontram anexos ao templo por corredores longitudinais destinados às atividades da Irmandade. O corredor situado do lado do Evangelho dá acesso a sacristia e a um pátio com um pequeno chafariz onde nasce larga escadaria de mármore que leva à Sala dos Irmãos da Irmandade. A igreja possui nave única oitava com capelas e corredores laterais que são sobrepostos por tribunas. Destacam‐se no interior do templo o retábulo da capela‐mor em estilo rococó, e o belíssimo forro em madeira com pintura em perspectiva de autoria de José Joaquim da Rocha, executado entre 1772 e 1773. O frontispício, totalmente revestido em lioz, segundo alguns historiadores, sofreu influência do Palácio de Mafra e já denota uma influência do neo‐clássico. Sobressai na fachada a marcação das torres, por se encontrarem implantadas a 45º em relação ao plano principal.

Eugénio Ávila Lins

Loading…