Forte do Mar ou de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo

Forte do Mar ou de Nossa Senhora do Pópulo e São Marcelo

Salvador, Bahia, Brasil

Arquitetura militar

Iniciado na gestão de Francisco Barreto como governador‐geral (1657‐1663). Seu nascimento está declarado em documento original firmado pelo próprio punho desse governador, acabando com controvérsias sobre o assunto, pois muitos autores confundiram o atual Forte do Mar com o antigo Forte da Laje, conhecido no passado também como "do mar". Tem forma circular, como umas poucas fortificações brasileiras e deve ter sido influenciado diretamente pelo desenho do Forte do Bugio, construído para defender a entrada do Tejo, segundo partido inicial dos engenheiros italianos Casale e Turriano, a serviço de Portugal. O São Marcelo está assentado sobre uma coroa de areia com fundações apoiadas em enrocamento de pedras, à semelhança do São Lourenço da Cabeça Seca (Bugio). Estas pedras tiveram diversas procedências, contudo, algumas delas são seguramente restos de pedreiras de Lisboa (lioz) vindos como lastro de navios. A primeira parte da sua construção, levada a efeito, possivelmente, pelo engenheiro Pedro Garim, foi acrescentada, no primeiro quartel do século XVIII, pelo mestre‐de‐campo Miguel Pereira da Costa, apoiado em recomendações do projeto coordenado pelo brigadeiro João Massé, sendo terminado em 1716. Entre o fim do século XVIII e início do XIX, teve a cortina elevada e o parapeito de canhoneiras transformado em parapeito à barbeta, como aparecia em desenho de João Turriano do século XVII.

Loading…