Casa de Chica da Silva

Casa de Chica da Silva

Diamantina, Minas Gerais, Brasil

Habitação

Sobrado que pertenceu ao contratador João Fernandes de Oliveira, que ali morou em companhia da famosa mulata Chica da Silva. A casa foi provavelmente construída por iniciativa do contratador, que viveu no arraial do Tejuco de 1753 a 1771. Erguida em estrutura autónoma de madeira, com vedações em adobe e pau‐a‐pique, compunha‐se inicialmente apenas do corpo principal, de partido retangular, com telhado em quatro águas; posteriormente foram acresentados outros cómodos, principalmente na lateral direita. Implantada no alinhamento da rua, conserva áreas livres nos fundos e no lado esquerdo. Atualmente, um pátio ajardinado ocupa o espaço da antiga capela particular, dedicada a Santa Quitéria, cuja memória mantêm‐se viva graças à permanência da empena e da porta de acesso (reconstruídas pelo IPHAN em 1951, logo depois da classificação da casa). Destaca‐se a bela varanda lateral direita, inteiramente guarnecida por muxarabis. Outro detalhe presente nesta e em outras edificações de Diamantina é o arremate do telhado, com bicos em forma de asa de pombo. Na fachada principal, o beiral apresenta solução que alia três tipos de acabamentos: cachorros, beira‐seveira e cimalha, esta última constituindo provavelmente acréscimo posterior. Internamente, conserva características típicas das construções do período, como as paredes de alvenaria rebocadas e caiadas, pisos em tábuas largas, e forros em esteira ou em madeira (saia‐e‐camisa).

Cláudia Damasceno Fonseca

Loading…