Convento de Santa Catarina

Convento de Santa Catarina

Safi [Safim, Çafi], Norte de África, Marrocos

Arquitetura religiosa

Como estruturas religiosas, além da Catedral de Safim, refere‐se a existência de um convento franciscano na cidade, com a invocação de Santa Catarina. Seria uma obra de razoáveis dimensões, já que, segundo a correspondência trocada com o monarca português, poderia acolher entre seis a oito frades; em 1514 já teria sido construído em grande parte, embora tenha conhecido mais trabalhos em 1517.
Em 1938, Joseph Goulven tinha encontrado e descrito nos números 79 e 81 da Rue Dar Benito um conjunto de elementos arquitetónicos que, pelas suas características, fariam parte de uma estrutura religiosa portuguesa. Muito tempo depois, em 2000, na sua obra dedicada à arquitetura portuguesa em Marrocos, Pedro Dias, partindo das antigas imagens e trabalhos de J. Goulvean e P.‐A. Evin, confirmou a identificação do local deste convento. Os elementos postos a descoberto e por ele descritos ganham uma grande coerência, pois ainda foi possível identificar os arranques de feixes das nervuras e uma capela lateral com arcos cruzados. A descrição efetuada e as fotografias apresentadas parecem apontar para uma estrutura pelo menos tão imponente como a catedral e, provavelmente, da autoria do mesmo mestre, dadas as semelhanças de alguns elementos, como é o caso das molduras.
Lamentavelmente, o que resta do convento encontra‐se integrado na casa particular de um habitante local e, com o tempo, tende a degradar‐se, perdendo assim as marcas da sua origem portuguesa.
Goulven levanta ainda a hipótese de ter havido outra capela, também de origem portuguesa, na denominada Rue des Marchés, embora não a tenha conseguido identificar.

Loading…