Mercado Municipal

Mercado Municipal

Beira, Sofala, Moçambique

Equipamentos e infraestruturas

Encontra-se localizado numa antiga zona pantanosa, compreendido entre as ruas do Aruângua, Correia de Brito, Gorjão e Jaime Ferreira. Inicialmente era apenas um "ligeiro abarracamento". Em 1898 foi decidido fazer uma nova construção, mais de acordo com as necessidades então existentes. Este novo edifício viria a ser inaugurado em dezembro de 1899, tendo recebido o nome de "Mercado Gorjão", em homenagem a quem o tinha mandado edificar - o governador Gorjão de Moura.
Uma descrição, nas vésperas da inauguração, apresenta-o desta forma: "O mercado ocupa uma área de 1.272 m2 e é todo marginado de ruas. Tem doze casas de alvenaria destinadas a talhos, lojas de mercearia, etc. Actualmente dessas casas estão alugadas 6 para talhos, sendo as restantes ocupadas pelos serviços dependentes da Direcção dos Serviços Urbanos da Companhia e pela fiscalização do Mercado. As casas construídas em torno do espaço destinado ao mercado deixam um espaço central livre que é coberto e no qual se acham instaladas as mesas para a venda de frutas, hortaliças, peixe, aves, etc. Essas mesas são atualmente em número de 33 e durante as horas de maior movimento do mercado estão todas ocupadas. Além das mesas há ainda no mercado lugares sem mesa destinados à venda de certos géneros. As casas alugam-se mês a mês, por preço que varia de 5 a 10 libras conforme o tamanho e a situação. As mesas que são de madeira e forradas superiormente por zinco alugam-se dia a dia ou por mês. O custo de aluguer diário é de 200 réis por mesa destinada a peixe, 120 réis por mesa destinada a outros géneros" (Costa, pp. 317-318).
Em 16 de junho de 1932, em virtude de não poder suportar mais a excessiva concentração de mercadorias e pessoas, foi decidido transformar o "refeitório de indígenas", localizado junto da primitiva Central Elétrica, na margem do Chiveve, num "mercado de produtos indígenas e mercado estritamente destinado à venda de peixe", inaugurado em 22 de maio de 1933. Em agosto de 1964 viria a sofrer novas e profundas modificações, tendo-lhe sido então acrescentado um primeiro andar.

António Sopa

Loading…