Igreja da Manga ou Igreja do Imaculado Coração de Maria

Igreja da Manga ou Igreja do Imaculado Coração de Maria

Beira, Sofala, Moçambique

Arquitetura religiosa

Localizada no Alto da Manga e inaugurada em 18 de agosto de 1957, foi construída em terreno oferecido por António Martinotti, podendo alojar seiscentas pessoas sentadas, tendo uma nave de quarenta metros de comprido, totalizando a construção cinquenta e quatro metros, com dezassete metros de abóbada. Uma descrição da época apresenta-a do seguinte modo: "A estrutura da nave é em arcos parabólicos. Na fachada principal a porta está puxada à direita e dividida em dois sectores. No da direita, sobre a entrada, vê-se um púlpito exterior, que remata com uma estátua de Nossa Senhora e tem um painel de fundo em cerâmica policromada, cujo efeito deve ser surpreendente. O sector esquerdo da fachada é formado por frestas com vitrais. À esquerda da fachada, ficará, apenso, o baptistério, cuja cobertura é encimada pela Cruz que não existe sobre a torre, onde serão instalados os sinos, que serão movimentados electricamente" (Diário de Moçambique, jornal, Beira, 27.01.1955, pp. 1 e 5). O seu desenho é da autoria do arquiteto João Afonso Garizo do Carmo (1917-1974). Constitui uma obra de expressão moderna, muito inovadora e original, dentro da inspiração na arquitetura brasileira da época, com um corpo parabólico e uma torre lateral de desenho abstrato (lembrando a Igreja de São Francisco, de Niemeyer, na Pampulha, Belo Horizonte, Brasil).

Loading…