Fortaleza

Fortaleza

Kalba [Quelba], Golfo Pérsico | Mar Vermelho, Emiratos Árabes Unidos

Arquitetura militar

Quelba é uma cidade localizada na costa este dos Emirados Árabes Unidos, encontrando-se a uma distância de oito quilómetros de Furaijah, sendo delimitada a sul pelo Sultanato de Omã e a norte pelo enclave de Madha. Esta cidade foi conquistada por Gaspar Leite, por ordem de Rui Freire de Andrade, em 1624. A Fortaleza de Quelba integrava o conjunto de fortificações complementares à estrutura defensiva e comercial da praça de Mascate, em conjunto com as fortalezas de Matara e Curiate.
De acordo com o traço de Pedro Barreto de Resende, o autor dos desenhos do Livro das Plantas de Todas as Fortalezas, Cidades e Povoações do Estado da Índia Oriental, pode dizer-se que a Fortaleza de Quelba, implantada numa enseada junto à praia, tinha uma configuração de planta quadrada, sendo dotada de quatro baluartes de figura poligonal, ou seja, um baluarte situado em cada um dos seus ângulos. A partir dos dois baluartes localizados no muro oeste os panos de muralha prolongam-se, formando uma cortina de muro que se estendia para cada um dos lados do quadrado. Esta cortina terminava com dois pequenos baluartes de forma circular nos extremos, um de cada lado. Segundo António Bocarro, os panos de muralha eram construídos em adobe, "ao modo dos mouros", medindo dois palmos e meio de largura e quatro braças de altura, e não tinham parapeito. Junto à praia, localizava-se um outro baluarte mais pequeno, de configuração circular, consistindo numa construção isolada e complementar à fortaleza. A guarnição existente era constituída por um capitão e trinta lascarins. De acordo com a imagem de satélite, percebe-se que a fortaleza está atualmente implantada numa plataforma cujas paredes apresentam uma espessura significativa. O edifício localiza-se no final da plataforma, deixando à frente um grande espaço vazio. O forte apresenta também um baluarte de configuração circular, localizado no ângulo sudeste, tendo aproximadamente ao centro uma torre quadrada. A edificação subsistente foi recentemente restaurada, sendo possível que parte das estruturas das cortinas e dos baluartes que hoje se conservam sejam ainda as da época do domínio português.

Ana Margarida Martinho

Loading…