Hotel Embaixador

Hotel Embaixador

Beira, Sofala, Moçambique

Equipamentos e infraestruturas

Obra do arquiteto Francisco de Castro, com projeto de 1956-1957, viria a ser inaugurada em 14 de agosto de 1958, substituindo de algum modo a função do falhado Grande Hotel da Beira. A construção teve aspectos conflituosos, como Saul Brandão deixou entender, em entrevista concedida aos órgãos de informação, dias antes da sua inauguração: "Esta construção, sobre vários aspectos, serviu de campo de experiência a algumas pessoas, cujos reflexos dessa experiência, nos acarretaram grandes desgostos, preocupações e atrasos na abertura do hotel, obrigando-nos por essa razão, a perder muitas centenas de contos". Contava com cento e quinze quartos e oito suites. A empresa proprietária do prédio era a Sociedade de Construções da Beira Limitada (Saul Brandão, Ramiro de Carvalho e Predial Ultramarina), sendo a exploração do hotel feita pela Empresa de Turismo da Beira, Limitada, constituída pelos mesmos. Contava no interior com murais de Jorge Garizo do Carmo. Apresenta as linhas horizontais dominantes na fachada, com os ritmos bem marcados pelo sistema de avarandados.

António Sopa

Loading…