Igreja Matriz da Boa Vista

Igreja Matriz da Boa Vista

Recife, Pernambuco, Brasil

Arquitetura religiosa

Em 1771 teve confirmação régia uma irmandade dedicada ao Santíssimo Sacramento na Boa Vista. Em data incerta, os irmãos do Santíssimo Sacramento adquiriram um terreno no final de um aterro sobre o Rio Capibaribe. Nesse lugar passaram a edificar sua igreja. A construção teve início no ano de 1784. A igreja apresenta disposição interna com nave única, capela‐mor e corredores laterais de acesso à sacristia. A ornamentação interior é do século XIX. O grande interesse dessa igreja reside na fachada principal, totalmente encomendada em Portugal e montada diante daquela nave. As pedras para tal finalidade chegaram de Lisboa, sendo assentadas lentamente, qual um brinquedo de armar. O arquiteto deste frontispício, concebido em Lisboa, foi o português Manoel Joaquim de Souza. Em 1840, no brigue Feliz Destino, chegaram as trinta primeiras pedras. No Recife, o pedreiro André Willmer encarregou‐se de assentar as pedras lavradas em Lisboa. Em 1870 ainda se trabalhava na fachada. Em 1889 estavam concluídas as obras. Uma festa aconteceu no Recife com a chegada de uma grande pedra esculpida, o painel da Glória, pertencente ao centro do frontão. Uma junta de bois trouxe‐a desde o porto e obras complementares foram necessárias para aguentar o peso da pedra, então transportada numa lagartixa, carro com junta de bois, fabricada para tal fim.

José Luiz Mota Menezes

Loading…