Igreja Matriz de São Jorge

Igreja Matriz de São Jorge

Ilhéus, Bahia, Brasil

Arquitetura religiosa

A Matriz está no centro da cidade, na lateral de uma praça que se volta para o mar, como se temesse o mar que avista do alto de sua torre e preferisse olhar sobre o casario, para divisar ao longe a Catedral de São Sebastião. A primeira igreja, criada por D. Pêro Fernandes Sardinha, foi construída no século XVI e, a pedido dos moradores, reedificada no final do século XVII (1697) com partido em "T" formado por nave única, torre e duas sacristias. Em 1913 Ilhéus foi elevada a bispado, mas nem essa nova hierarquia protegeu a Matriz. Por duas vezes ela foi atingida pelo progresso. Em 1912‐16, época de grandes reformas urbanas, demoliu‐se a sacristia direita para alargar a rua e mais tarde, em 1950, construiu‐se um salão paroquial. Apesar disso, mantêm‐se na fachada elementos típicos do século XVII: os vãos pequenos e quadrados - emoldurados por cercaduras de cantaria com ressaltos nos ângulos - a portada de verga reta com entalhes de guilhochet e a torre piramidal, utilizada pela primeira vez no Convento de Cairu em 1660. Internamente, os dois nichos na parede do arco‐cruzeiro são também uma indicação da antiguidade do seu partido, provavelmente influência da terceira fase evolutiva do traçado jesuítico, segundo a classificação de Lúcio Costa.

Loading…