Recolhimento do Sagrado Coração de Jesus e Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Recolhimento do Sagrado Coração de Jesus e Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Igarassu, Pernambuco, Brasil

Arquitetura religiosa

A construção do complexo edificado do Sagrado Coração de Jesus foi resultado de missões religiosas que abrangiam a peregrinação dos padres por várias regiões do Nordeste brasileiro, como as capitanias da Bahia, de Pernambuco e de Itamaracá durante o século XVIII. Em Igarassu, a missão resultou na construção, por iniciativa do padre Miguel Rodrigues Sepúlvida, do Recolhimento do Sagrado Coração de Jesus, destinado ao abrigo de mulheres para, em clausura, desenvolverem atividades voltadas ao culto religioso. As obras foram concluídas em 1742, e contaram com o auxílio e doação de bens privados dos moradores da vila e de outras localidades nordestinas. Em 1747, o padre Gabriel Malagrida mandou construir uma igreja em terras anexas ao prédio do Recolhimento, para garantir a clausura das mulheres que até então usavam a Igreja Matriz de São Cosme e Damião para cumprir parte de suas obrigações. A igreja foi inaugurada em 1758. Com o falecimento do padre Sepúlvida, a administração do recolhimento tendeu para o aniquilamento das funções do prédio e, por extensão, a sua degradação. Em 1850, parte da frente do claustro e da coberta foi perdida num desabamento, tendo sido novamente erguida em 30 dias, por iniciativa de Frei Caetano de Messina. Em 1854, o complexo passou por reparos significativos - o antigo frontispício da igreja foi substituído e, no ano seguinte, concluiu‐se a construção da torre existente. Esse conjunto edificado é reconhecido como monumento pelo IPHAN desde 1951.

Loading…