Igarassu

Lat: -7.834372889786000, Long: -34.906352328815000

Igarassu

Pernambuco, Brasil

Enquadramento Histórico e Urbanismo

Igaraçu, que significa canoa grande, foi como os índios nomearam as embarcações portuguesas de Duarte Coelho, primeiro donatário da capitania de Pernambuco, que aportavam nas margens do Rio de Santa Cruz em 1535. Dois anos depois, a mando do donatário, Afonso Gonçalves funda a Vila de Santa Cruz, posteriormente conhecida como Vila dos Santos Cosme e Damião de Igarassu, a primeira povoação oficial da capitania. A partir da construção da Igreja de São Cosme e Damião, situada num morro, o local, marcado por inúmeros embates entre índios e portugueses, afigurou‐se um marco para a instalação de outros edifícios religiosos. Com a passagem dos holandeses no Brasil, em meados do século XVII, a vila foi danificada e saqueada; seu material arquitetónico serviu inclusive para construção da vila de Olinda. Tornou‐se cidade em 1895 e atualmente é conhecida por possuir um dos mais antigos e preservados conjuntos arquitetónicos de carácter civil e religioso do Brasil. Dentre os edifícios que se mantiveram destaca‐se o Convento de Santo António (1558), cujas feições podem ser equiparadas com aquelas das cenas da vila seiscentista registadas por Frans Post. Em Igarassu encontram‐se ainda as ruínas das igrejas de Nossa Senhora da Misericórdia (século XVI) e de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos (século XVIII), o edifício da Casa de Câmara e Cadeia (século XVIII) e o complexo do antigo Engenho Monjope, remanescentes da produção cana‐ vieira local. É reconhecida pelo IPHAN enquanto cidade monumento desde 1972.

Roseline Oliveira Machado

Arquitetura religiosa

Loading…