Congonhas do Campo

Lat: -20.499028907485000, Long: -43.858489602680000

Congonhas do Campo

Minas Gerais, Brasil

Enquadramento Histórico e Urbanismo

O nome da localidade, de origem tupi, faz alusão a um tipo de arbusto que existia nos campos da região. Sabe‐se que o povoado surgiu de um acapamento de mineradores, mas não há dados seguros sobre os seus fundadores, ou sobre a data da descoberta das minas. A povoação desenvolveu‐se sobre dois morros opostos, entre os quais corre o Rio Maranhão (o antigo Rio Congonhas, onde foram encontrados alguns dos depósitos auríferos). A margem direita foi a primeira a ser ocupada; ali os moradores ergueram a Capela de Nossa Senhora do Rosário (considerada a mais antiga) e a de Nossa Senhora da Conceição, que se tornou, em 1734, a Igreja Matriz. A ocupação da outra margem se deu a partir de 1757, quando o português Feliciano Mendes começou a edificar uma igreja dedicada ao Senhor Bom Jesus, em ação de graças por ter se curado milagrosamente de uma grave enfermidade. Mais tarde, obteve autorização de D. José I para esmolar pelas redondezas, a fim de reunir fundos para terminar a obra e os trabalhos de ornamentação do templo. Mal acabara de ser coberta, a igreja já recebia visitas de devotos em busca de milagres e, no final do século, o santuário de Congonhas havia se tornado o maior centro de peregrinação das Minas Gerais. Com o esgotamento das minas, o povoado entrou em processo de estagnação económica, e só se animava em setembro, na semana do jubileu, com a chegada de milhares de romeiros. Tal era a situação em 1941, quando o conjunto arquitetónico e urbanístico da cidade foi classificado pelo IPHAN. A partir da segunda metade do século XX, um surto de desenvolvimento ligado à exploração do minério de ferro provocou o crescimento desordenado de Congonhas, com consequências nefastas para a preservação da paisagem urbana herdada do período colonial. Apesar disso, além das igrejas, puderam ser conservados alguns conjuntos de arquitetura vernácula no entorno do santuário, com destaque para o Beco dos Canudos (ao lado dos jardins e das capelas dos Passos), onde existem pequenas casas erguidas pela Irmandade do Senhor Bom Jesus, que servem hoje como lojas de artesanato e souvenirs.

Arquitetura religiosa

Loading…