Bibliografia

Aguiar, J. Projecto de um edifício de Fazenda para Luanda, Memória Descritiva e Justificativa do Trabalho nº 385, Lisboa, AHU, MU, GUU, 29.07.1953;

Fernandes, J. M., Arquitectura e Urbanismo na África Portuguesa, Lisboa, 2005, p. 78;

Fernandes, J. M., Janeiro, M. L. Fonte, M. M., Angola no séc. XX. Cidades, Território, Arquitectura, Lisboa, 2010, pp. 14-16, 116-120;

Fonte,  M., Urbanismo e Arquitectura em Angola – de Norton de Matos à Revolução, Lisboa, 2012, pp. 260,261;

Loureiro, J., Memórias de África, Lisboa, 2000;

Martins, I. (coord.), Grilo, M. J., Machado, R. Arquitecturas de Luanda, 2010, p. 155;

Milheiro, A. V., «Fazer Escola: A Arquitectura Pública do Gabinete de Urbanização Colonial para Luanda», Goyccoolea, R., Núnez, P. (dir.), La Modernidad Ignorada, 2011, pp. 114,115;

Legislação:

Decreto nº 34 173, Ministério das Colónias: Cria, com sede em Lisboa, o Gabinete de Urbanização Colonial (GUC), organismo comum a todas as colónias de África, e define as suas atribuições. Diário do Governo, I série, nº 269, de 06.12.1944, pp. 1167-1168;

Portaria nº 13 625, Ministério do Ultramar: Altera a designação do Gabinete de Urbanização Colonial para Gabinete de Urbanização Ultramarino (GUU), organismo comum a todas as colónias de África. Diário do Governo, I série, nº 160, de 31.07.1951.

Loading…