Bibliografia

Agência do Ultramar, Guiné-Pequena Monografia, Lisboa, 1961;


Agência do Ultramar, Guiné-Pequena Monografia, [2ª edição]Lisboa, 1967;


Milheiro, A. V., Dias, E. C., «Arquitectura em Bissau dos Gabinetes Coloniais 1944‐1974», revista USJT-ARQ.URB n.º 2, 2.º semestre 2009, São Paulo, pp. 91, 92;


Milheiro, A. V., «Guiné-Bissau e o Gabinete de Urbanização Colonial», Nos Trópicos sem Le Corbusier - arquitectura luso-africana do Estado Novo, Lisboa, 2009, pp. 234-309;


Milheiro, A. V., «O Gabinete de Urbanização Colonial e a Arquitectura de Promoção Pública na Guiné-Bissau durante o Estado Novo»,  Fernandes, J. M. (coord.), África, Arquitectura e Urbanismo de Matriz Portuguesa, Lisboa, 2011, pp. 50, 56;


Milheiro, A. V., «Cabo Verde e Guiné-Bissau: Itinerários pela Arquitectura Moderna Luso-Africana (1944-1974)», Actas do Colóquio Internacional Cabo-Verde e Guiné-Bissau: Percurso da Saber e da Ciência, Lisboa, 21-23 de junho de 2012;


Duarte, J., Dória, J., Marto, L., «Maquetas de Estruturas de Serviços de Saúde no Antigo Ultramar Português: Ciência, Arquitectura e Política (Colecção Do Museu Do Ihmt) – Concepção e uso de Projectos Tipo em Moçambique, na primeira metade do século XX», , Actas do Colóquio Internacional Cabo-Verde e Guiné-Bissau: Percurso da Saber e da Ciência, Lisboa, 21-23 de junho de 2012;


Milheiro, A. V., «Building Africa: life and death of modern cities in Guinea Bissau», Morfologia Urbana nos Países Lusófonos, Atas da Conferência Internacional - PNUM 2012 - Portuguese Network of Urban Morphology, Lisboa, 05.07.2012, p. 498;


Milheiro, A. V., 2011, Guiné-Bissau, Porto, 2012, pp. 33-37;


Milheiro, A. V. (coord.), Construir em África: A Arquitectura do Gabinete de Urbanização Colonial em Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique, 1944-1974, Lisboa, Abril de 2013, p.45;


Milheiro, A. V., «Viagem à arquitectura portuguesa da Guiné-Bissau», Jornal Público, 25 novembro de 2012;


Rodrigues, M. M. S., No Governo da Guiné, Lisboa, Agência Geral das Colónias, 1949;


Simões, J., Projecto da Enfermaria Mista de Bafatá, Guiné, Memória descritiva do Trabalho nº 32, AHU, MC, GUC, Cx 65, 10.06.1946;


Simões, J., «A Profissão de Arquitecto nas Colónias», Sindicato Nacional dos Arquitectos, Actas do I Congresso de Arquitectura, Lisboa, SNA, maio-junho 1948, Tostões. A. (coord.) 1º Congresso de Arquitectura[edição fac-similada], Lisboa, 2008, pp. 147-150.


Legislação:


Decreto nº 34 173, Ministério das Colónias: Cria, com sede em Lisboa, o Gabinete de Urbanização Colonial, organismo comum a todas as colónias de África, e define as suas atribuições. Diário do Governo, I série, nº 269, de 06.12.1944, pp. 1167-1168.

Loading…